sexta-feira, 20 de outubro de 2017

INEP LIBERA DATA, HORA E LOCAL DE PROVAS DO ENEM 2018



Resultado de imagem para enem 2018


Apartir dessa sexta-feira, dia 20/10/2017, os inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 poderão saber seu local de realização das provas, em 5 e 12 de novembro. 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai liberar a consulta ao cartão de confirmação, documento que informa o número de inscrição; a data, hora e local das provas; a opção de língua estrangeira escolhida e os atendimentos específicos e/ou especializados, caso tenham sido solicitados.

Os candidatos poderão consultar o cartão na página do participante, no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ou pelo aplicativo do Enem – que deve ser atualizado a partir desta sexta-feira. O acesso ao cartão se dá pelo número do CPF do estudante e a senha cadastrada no ato da inscrição. Antes de acessar as informações, os participantes deverão ler um aviso do Inep sobre a declaração de comparecimento.

A partir desta edição do Enem, o participante que precisar comprovar sua presença na prova deverá imprimir e levar a declaração personalizada. No dia do exame, ele deverá apenas colher a assinatura do coordenador de local de prova. Haverá uma declaração para cada domingo de aplicação. As declarações já estarão liberadas para download. O cartão de confirmação só será visualizado após o participante confirmar ter lido o aviso e estar ciente de que é o responsável por levar a declaração, caso necessite.

Não é obrigatório levar o cartão de confirmação no dia das provas, mas o Inep sugere que todos tenham em mão o documento para facilitar o acesso às informações de sua inscrição. Outra orientação é que os candidatos façam o trajeto antes do dia do exame e verifiquem a distância, o tempo gasto e a melhor forma de chegar ao seu local de prova, para evitar atrasos no dia da aplicação.

Senhas – Participantes que esqueceram a senha cadastrada na inscrição deverão recuperá-la para conseguir acessar o cartão de confirmação. 

O Inep preparou um passo a passo, na Página do Participante, com orientações para três situações específicas. A recuperação simples é para aqueles participantes que esqueceram a senha, mas lembram o e-mail cadastrado, para onde uma nova senha será enviada. Já o estudante que não se lembra da senha, nem do e-mail, mas se lembra do telefone cadastrado, poderá receber a nova senha por SMS. Quem não se lembra da senha, do e-mail e do celular deverá cadastrar novos dados de contato.

Veja mais informações na Página do Participante.


Assessoria de Comunicação Social

http://portal.mec.gov.br/busca-geral/212-noticias/educacao-superior-1690610854/55941-cartao-de-confirmacao-sera-liberado-as-10h-de-sexta-20

INSCRIÇÕES DO PRONATEC SERÃO ATÉ DOMINGO DIA 22/10/2017




Sexta-feira, 20 de outubro de 2017, 13h30

Os interessados nas mais de 800 mil vagas em cursos de formação inicial e continuada (FIC) – nas modalidades presencial e a distância – e em cursos técnicos presenciais, que oferecem 280 vagas, têm até este domingo, 22, para se inscrever.

Gratuitos, os cursos são oferecidos por meio do Pronatec Oferta Voluntária. 
As aulas começam a partir de 30 de outubro.

O programa é desenvolvido para aumentar a oferta de cursos de educação profissional, sem repasse de recursos financeiros a instituições privadas de ensino. A iniciativa faz parte do Plano Progredir, que busca ofertar qualificação profissional, facilitar o acesso ao mercado de trabalho e incentivar a população de baixa renda a abrir o seu próprio negócio. 

Podem se inscrever todos os cidadãos brasileiros maiores de 15 anos e que tenham pelo menos o ensino fundamental incompleto. Nos cursos a distância, para quem não possui acesso à internet em casa, estão disponíveis os Centros Vocacionais Tecnológicos (CVT), onde o aluno poderá assistir às aulas.

As inscrições devem ser feitas na página do Pronatec.

Consulte as vagas disponíveis nos cursos presenciais e nos cursos a distância. Já a lista dos Centros Voluntários Tecnológicos (CVT) pode ser vista aqui.


O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, por meio da Lei 12.513/2011, com o objetivo de expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica no país.

O Pronatec busca ampliar as oportunidades educacionais e de formação profissional qualificada aos jovens, trabalhadores e beneficiários de programas de transferência de renda.

De 2011 a 2014, por meio do Pronatec, foram realizadas mais de 8,1 milhões de matrículas, entre cursos técnicos e de qualificação profissional, em mais de 4.300 municípios. Em 2015, foram 1,3 milhão de matrículas.

Objetivos do Pronatec:

I - expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional técnica de nível médio presencial e a distância e de cursos e programas de formação inicial e continuada ou qualificação profissional; 
II - fomentar e apoiar a expansão da rede física de atendimento da educação profissional e tecnológica; 
III - contribuir para a melhoria da qualidade do ensino médio público, por meio da articulação com a educação profissional; 
IV - ampliar as oportunidades educacionais dos trabalhadores, por meio do incremento da formação e qualificação profissional; 
V - estimular a difusão de recursos pedagógicos para apoiar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. 
VI - estimular a articulação entre a política de educação profissional e tecnológica e as políticas de geração de trabalho, emprego e renda.


Assessoria de Comunicação Social

http://portal.mec.gov.br/pronatec

SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE 23 À 29/10/2017

banner snct portal


Redação – Ascom Inpa

Fotos: Denise Gutierrez e Diego Matheus Mendes - acervo

Exposições, mostras, palestras, minicursos, oficinas e visitas a laboratórios são algumas das mais de 100 atividades que o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) oferecerá a estudantes de Manaus e de cinco municípios do interior durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). 

O maior evento de popularização de ciência do país ocorre na próxima semana, de 23 a 29/10/2017

abertura da SNCT do Inpa acontecerá na segunda-feira (23), às 9h, no Auditório da Ciência, com lançamento do e-book Diagnóstico de tecnologia social, da coordenadora de Tecnologia Social do Inpa e sua equipe, Denise Gutierrez, editado pela Editora Inpa. A palestra de abertura terá como tema a Interdisciplinaridade da matemática e será proferida pelo professor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), José Alcântara. Autoridades de entidades da área de C&T participarão da cerimônia que terá a atração musical Lucinha Cabral.

Este ano o tema escolhido é “A matemática está em tudo”, uma referência aos dois maiores eventos com o tema que acontecerão no Brasil no Biênio da Matemática: Olimpíada Internacional da Matemática (2017) e o Congresso Internacional de Matemáticos (2018). 

As atividades são gratuitas e a maioria precisa de inscrição prévia.

Disciplina que mais mete medo nos estudantes brasileiros, a matemática é fascinante e desafiadora. Como tema da SNCT, a matemática trouxe para parte dos pesquisadores do Inpa um exercício de reflexão sobre a ciência que eles fazem, por estarem acostumados a pensar o Inpa como um Instituto de ciências naturais com trabalhos ligados à biodiversidade e à biologia da floresta amazônica.

“Mas, se formos prestar atenção na ciência que fazemos, veremos que usamos a matemática o tempo todo, e a SNCT quer chamar atenção da sociedade para essa reflexão”, diz a coordenadora de Extensão do Inpa e responsável pela SNCT do Instituto, a pesquisadora Rita Mesquita.

No Inpa há inúmeras oportunidades de mostrar como a matemática está presente nas formulações das pesquisas, nos fenômenos biológicos e ecológicos, na engenharia de pesca, na biotecnologia, na medicina ligada à saúde e qualidade de vida, na arquitetura, entre outras áreas. “Com nossa programação, vamos permitir que as pessoas aprendam um pouco sobre a parte quantificável desses fenômenos, que tantas vezes tratamos sem prestar muita atenção nos processos matemáticos que estão por trás deles”, destaca Mesquita.

INSCRIÇÕES



Para aproximar a ciência e a tecnologia, especialmente de estudantes, e permitir que o público adquira novos conhecimentos a partir da experiência vivenciada, o Inpa focou suas atividades em quatro eixos: “Atividades no Bosque da Ciência”, que inclui Curiosidades Científicas e Exposições/Mostras Culturais e Científicas, “Portas Abertas – conheça os laboratórios do Inpa”, “Ciência no Interior – o Inpa ao alcance de todos” e “Palestras em Escolas – você sabe o que o cientista faz?”.

Pessoas e escolas interessadas em participar devem acessar a página da SNCT do Inpa para conhecer a programação e se inscrever em https://www.doity.com.br/snct-inpa-2017/inscricao. A inscrição é feita em um dos eixos/ lotes, mas para Exposições /Mostras Científicas não há necessidade de inscrição. No período da SNCT, a entrada no bosque da ciência será gratuita e as atividades voltadas para toda a comunidade. Mais informações podem ser obtidas por meio do e-mail snct2017.inpa@gmail.com ou pela página do INPA no Facebook https://www.facebook.com/inpa.mcti.

Conforme Denise Gutierrez, que divide a coordenação da SNCT com Mesquita, no Bosque da Ciência serão desenvolvidas atividades dinâmicas, como idas a campo, visitas guiadas para observar aves, insetos e coletar e classificar macrófitas do Lago Amazônico (plantas aquáticas). “Vamos sair daquele modelo mais tradicional de exposições e palestras e privilegiar atividades práticas em contato direto com a natureza”, conta.

Na sexta-feira (27), acontecerá uma edição especial do projeto Circuito da Ciência. As escolas interessadas em trazer seus alunos para participarem de exposições e oficinas devem se inscrever através do Sistema de Agendamento, entrando no endereço http://abc-bosque.inpa.gov.br/.

Interior


O Inpa sempre teve o compromisso de levar a ciência que faz ao interior. Em 63 anos de funcionamento da instituição, o Inpa desenvolveu atividades na Amazônia profunda, buscando ir aonde poucos chegaram, colocando o conhecimento gerado pelo Instituto a serviço das populações da Amazônia.

Neste ano as atividades serão desenvolvidas em Presidente Figueiredo, Manacapuru, Novo Airão, Rio Preto da Eva e Careiro Castanho. Nesses locais, alguns dos grupos de pesquisas farão cursos, palestras, oficinas em parceria com outras instituições para oferecer a população uma experiência educativa, interessante e diversificada para que possam também conhecer mais do trabalho do Inpa.

“A SNCT não poderia ser diferente. Apesar do cenário que não podemos deixar de reconhecer que é de dificuldades e crises, em que nossa instituição vem sofrendo com perdas de quadros e recursos, não podemos perder de vista a relevância de atingir o interior do estado. Por isso, fizemos este esforço junto à nossa comunidade científica de possibilitar a ida de nossos pesquisadores para interagir com as comunidades residentes desses locais”, destaca Mesquita.

Parceiros

Organizada pelo Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), a SNCT do Inpa conta com apoio do CEPEAM, SESC, IFAM, UEA, Semed, Seduc, ManausCult, ManifestArt, Uniasselvi, Uninorte, Fametro, Universidade Nilton Lins, Slow Food e Brothers.


http://portal.inpa.gov.br/index.php/component/content/article?id=3007



















quinta-feira, 11 de maio de 2017

MEC OFERECE CURSO DE INGLÊS GRÁTIS COM CERTIFICADO


Resultado de imagem para ingles gratis on line


Olha só que dica boa divulgada no portal Estágioonline.com, publicada dia 06/05/2017. Segue abaixo a íntegra da matéria:



O programa é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

É destinado aos alunos de graduação e pós-graduação de instituições de ensino superior públicas e privadas brasileiras que desejam aperfeiçoar seu inglês.


- O curso é dividido em 5 níveis:

Nível 1 (Iniciantes) : 3 partes, 9 unidades e certificado incluso
Nível 2 (Básico) : 3 partes, 9 unidades e certificado incluso
Nível 3 (Pré-Intermediário) : 3 partes, 9 unidades e certificado incluso
Nível 4 (Intermediário) : 3 partes, 9 unidades e certificado incluso
Nível 5 (Avançado): Exames preparatórios, CAE, FCE, TOEFL e certificado por exame

Cada nível abrange atividades com e-Book, vídeo, gramática e leituras.
A duração máxima de cada etapa é de 180 dias. 
Ao final de cada parte, o usuário deverá fazer um Teste de Progresso como preparação para a Prova Final do nível.

O usuário terá acesso a livros interativos, leituras graduadas (National Geographic), exercícios de gramática (com correção imediata), dicionários, atividades para prática oral e testes de acompanhamento. Além disso, os materiais podem ser impressos para prática posterior, sem necessidade de consulta ao computador.


No caso de universidade privada, é necessário ter obtido pelo menos 600 pontos de média em alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), válido a partir de 2009.

Para iniciar o curso, o estudante deve se cadastrar na plataforma e assinar o Termo de Compromisso. Depois disso, o usuário tem até 45 dias para começar os estudos. 


Clique aqui para ver mais detalhes e se cadastrar!


Qualquer dúvida você pode entrar em contato pela página do programa http://contato.myenglishonline.com.br ou pela página no Facebook My English Online.


Se caso não se encaixar nos critérios, também existe um excelente curso de inglês oferecido pela Universidade de Cambridge:



Extraído de: http://estagioonline.com/noticias/mec-oferece-curso-de-ingles-gratuito-e-com-certificado



segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

DICA DE 6 SITES PARA INTERCÂMBIO LINGUÍSTICO ON LINE


Resultado de imagem para intercâmbio linguistico

Aproveite a dica a seguir oferecida pelo Canal do Ensino para encontrar estrangeiros disposto a praticar idioma nativo
Por meio de aplicativos de vídeo, imagem e voz disponibilizados por programas de chats do Google ou da Microsoft, a possibilidade de um intercâmbio linguístico entre povos que vivem em diferentes países e querem praticar idiomas estrangeiros já é possível. 
O que era difícil era encontrar o parceiro disposto a fazer o intercâmbio na web. 
Para preencher essa lacuna, vários sites resolveram juntar numa mesma plataforma interessados a praticar a fluência em línguas estrangeiras on line.


Confira a seguir à Lista de 6 sites que facilitam o encontro de interessados no intercâmbio linguístico:



Tandem é o nome da aprendizagem colaborativa entre estudantes de línguas estrangeiras. Utilizando aplicativos de voz, imagem e vídeo, como Windows Live Messenger ou Skype, dois participantes se encontram online em horários pré-combinados para se ajudarem reciprocamente no estudo de dois idiomas. A página Ciber Cursos busca falantes da língua portuguesa para trocar aulas com estrangeiros de outros idiomas.


Meetspeak é um site aberto para estudantes de línguas em geral encontrarem parceiros que possam fazer interações com falantes de outros idiomas ao redor do mundo.


Tandem City

Tandem City é uma comunidade online para quem procura parceiros para melhorar a fluência em um idioma; há recursos disponíveis para o aprendizado de várias línguas, como inglês, espanhol, alemão e italiano.



Tandem Exchange é um site aberto em que o interessado indica quais são os idiomas que sabe falar e quais quer melhorar. Se não houver parceiros com o perfil, é preciso aguardar um pouco.


Tandem Europa

Tandem Europa oferece a oportunidade de encontrar estudantes em vários idiomas. Além de alemão, inglês, espanhol, francês e italiano, podem ser feitas interações com falantes de dinamarquês, norueguês, sueco e polonês, entre outras línguas.


My Language Exchange



My Language Exchange além de ajudar a encontrar parceiros para a troca na aprendizagem de um idioma estrangeiro, o site tem algumas ferramentas bacanas para os parceiros de Tandem, como links para o tradutor do Google, para baixar aplicativos de voz e games de palavras.

Extraído de: https://canaldoensino.com.br/blog/6-sites-que-ajudam-a-encontrar-estrangeiros-para-praticar-idioma/comment-page-4#comment-99347

SAIBA COMO AJUDAR SEU FILHO SUPERDOTADO EM ENCONTRO DIA 08/03/2017






Você tem grandes indicativos de que seu filho é muito inteligente?

Seu filho foi identificado como superdotado?

Se essa for a situação, há grandes chances de você, muitas vezes, se sentir desesperado por orientações seguras de como realizar essa caminhada com acerto. Enquanto seus amigos podem olhar com respeito alguns progressos do seu filho, só você sabe as dificuldades associadas à criação de uma criança superdotada.

Ser um pai de um superdotado traz um conjunto de desafios e provas, e é importante estar pronto para enfrentar esses desafios.


Você vai encontrar a síntese de 10 alertas úteis para seguir no caminho, às vezes obscuro, de ser responsável por um filho superdotado.

1. Faça a avaliação do seu filho.
Se você ainda não o fez, é importante que seu filho seja avaliado. Somente com essa certeza você poderá caminhar com segurança pessoal e legal.

2. Verifique se a escola de seu filho tem uma visão educacional para compreender os alunos superdotados.
Uma vez que seu filho passou por um processo de avaliação, você pode ter maior respaldo legal para conversar com a escola e buscar o atendimento adequado às necessidades educacionais que ele apresenta.

3. Procure programas extracurriculares interessantes.
Muitas vezes, os recursos que as escolas são capazes de oferecer são limitados. Se este for o caso de seu filho, não desanime! Existem programas educacionais que oferecem oportunidades para o aluno superdotado ser desafiado de maneiras que ele normalmente não encontra em sua sala de aula, além de outros recursos disponíveis para complementar o currículo escolar e orientações de que você pode obter com bons profissionais.

4. Seja realista em suas expectativas.
Como pai de um superdotado, é fácil se acostumar com a realização de seu filho. Embora seja emocionante ver excelência em várias áreas, não é razoável acreditar que seu filho será excepcional em todas as esferas da vida. É importante reconhecer e elogiar as conquistas de seu filho, entretanto é igualmente importante que você esteja lá quando ele precisar de alguma ajuda ou apoio extra.

5. Seja o melhor advogado para seu filho.
Como pai, você é o defensor mais importante de seu filho. Isto é especialmente verdadeiro nas situações escolares e nas demais atividades que ele frequentar.

6. Favoreça oportunidades para a expressão criativa.
Muitas vezes, os superdotados são incrivelmente criativos. Seu filho pode ter uma imaginação vívida e apreciar artes visuais e de criação. Encontre uma saída para a criatividade do seu filho.

7. Ajude o seu filho a melhorar suas habilidades sociais.
Você deve observar que a personalidade de um superdotado cria frequentemente uma tensão em seus relacionamentos sociais. Traços positivos, como um forte senso de justiça ou o prazer de argumentar, podem ser percebidos negativamente pelos pares.

8. Permita que seu filho lute pelo que quer.
Outro traço de personalidade comum em superdotados é o medo do fracasso. Superdotados estão acostumados a aprender de forma rápida, no entanto, acabarão encontrando algo (um assunto, um instrumento, uma atribuição, etc) que será difícil dominar. Quando isso acontecer, esteja preparado para incentivá-lo e apoiá-lo, mas resista à vontade de deixá-lo desistir.

9. Fale com outros pais.
É sempre útil falar com os pais que estão "no mesmo barco". Trocar experiências com outras famílias pode ser um recurso inestimável. Os pais de crianças superdotadas podem encontrar muito apoio conversando uns com os outros e compartilhando recursos.

10. Incentive seu filho.
Quando seu filho olhar para trás recordando a infância, você quer que ele se lembre que você era seu maior fã. Cada estágio de desenvolvimento virá com seu próprio conjunto de desafios, mas com o seu amor e apoio, o seu filho superdotado irá florescer.

(Baseado no texto de Rick e Teena Kamal )


Quer saber mais? Maiores detalhes e explicações?

DIA 08 DE MARÇO, ÀS 20 HORAS,
 no Teatro João Luiz Fiani
 Curitiba - Pr

Com Maria Lúcia Sabatella

LIVROS SOBRE EMPREENDEDORISMO PARA BAIXAR GRÁTIS


Resultado de imagem para livros sobre empreendedorismo


O empreendedor que deseja ampliar sua visão de negócios através da leitura pode encontrar a seguir alguns títulos de Livros gratuitos para baixar On Line, onde abordam sobre empreendedorismo, dando exemplos de quem trilhou seus negócios com sucesso e encontrou a eficiência profissional.


LIVROS ON LINE SOBRE EMPREENDEDORISMO

Baixe, é grátis

Basta clicar no título!


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

ENTENDA A PROPOSTA DE REFORMA NO ENSINO MÉDIO


Estudantes de ensino médio no Rio de Janeiro

Extraído de http://www.ebc.com.br/educacao/2016/10/entenda-reforma-do-ensino-medio

Criado em 19/10/16 16h16 e atualizado em 20/10/16 15h28
Por Patrícia Serrão


O governo federal encaminhou ao Congresso Nacional, no dia 22 de setembro, a Medida Provisória (MP) 746/2016 para reestruturação do ensino médio. 

A mudança chamou atenção e provocou discussões no país ao incluir a possibilidade de escolha de diferentes trilhas de formação tradicional e técnica, educação integral e autorizar a contratação de professores sem licenciatura, mas que apresentem "notório saber".

O que está em discussão?

Saiba quais são as principais mudanças previstas na MP:

- Promove alterações na estrutura do ensino médio, última etapa da educação básica, por meio da criação da Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral.

- Amplia a carga horária mínima anual do ensino médio, progressivamente, para 1.400 horas.

- Determina que o ensino de língua portuguesa e matemática será obrigatório nos três anos do ensino médio.

- Restringe a obrigatoriedade do ensino da arte e da educação física à educação infantil e ao ensino fundamental, tornando as facultativas no ensino médio.

- Torna obrigatório o ensino da língua inglesa a partir do sexto ano do ensino fundamental e nos currículos do ensino médio, facultando neste, o oferecimento de outros idiomas, preferencialmente o espanhol.

- Permite que conteúdos cursados no ensino médio sejam aproveitados no ensino superior.

- O currículo do ensino médio será composto pela Base Nacional Comum Curricular - BNCC e por itinerários formativos específicos definidos em cada sistema de ensino e com ênfase nas áreas de linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional.

- Dá autonomia aos sistemas de ensino para definir a organização das áreas de conhecimento, as competências, habilidades e expectativas de aprendizagem definidas na BNCC.

Ao publicar a MP, no entanto, ficou estabelecido que a questão será decidida pela Base Nacional Comum Curricular, que ainda não foi definida. Por enquanto, essas disciplinas continuam obrigatórias nos atuais currículos.

A Base Nacional Comum Curricular é um documento que tem o objetivo de nortear e definir o conteúdo que os alunos deverão aprender a cada etapa de ensino. A base específica para o ensino médio começará a ser discutida em outubro, de acordo com o Ministério da Educação (MEC) e deverá ser finalizada até meados do ano que vem.


A partir de quando o ensino médio vai mudar?

As mudanças seriam implementadas somente a partir de 2018, de acordo com o texto da MP, no segundo ano letivo subsequente à data de publicação da Base Curricular, mas podendo ser antecipado para o primeiro ano, desde que com antecedência mínima de 180 dias entre a publicação da Base Nacional e o início do ano letivo. Ou seja, nada muda nos atuais currículos.

A expectativa é de que essas mudanças comecem a ser aplicadas a partir de 2017, de acordo com a capacidade de cada rede de ensino. 

A MP do Ensino Médio já recebeu mais de 560 propostas de mudanças no texto.

A reforma do ensino médio passou a ser priorizada pelo governo após o Brasil não ter conseguido, por dois anos consecutivos, cumprir as metas estabelecidas. De acordo com dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que mede a qualidade do ensino no país, o ensino médio é o que está em pior situação quando comparado às séries iniciais e finais da educação fundamental: a meta do ano era de 4,3, mas o índice ficou em 3,7.

Vinte e três estados já confirmaram que vão participar da Política de Fomento à Implantação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, de acordo com o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), Rosseli Soares.

A expectativa do secretário de Educação Básica é que todos os estados manifestem interesse em aderir à política. Pelo Plano Nacional de Educação (PNE), até 2024, 50% dos matriculados cumprirão jornada escolar em tempo integral de, no mínimo, sete horas por dia. De acordo com o MEC, a pasta investirá R$ 1,5 bilhão para ofertar o ensino integral a 500 mil jovens até 2018.

O MEC vai repassar aos estados R$ 2 mil ao ano por aluno da educação integral pelo período de quatro anos. Rosseli Soares disse que esse é um recurso para fomentar a implementação da educação integral e a ideia é que, durante esse período, os estados se planejem para assumir as despesas.
Protestos

Um projeto de lei que tramitava na Câmara dos Deputados já previa algumas das mudanças no currículo do ensino médio. A edição de medida provisória foi criticada por grupos e entidades ligadas à educação, que defendem uma maior discussão das mudanças.

Mais de 600 escolas no Paraná aderiram aos protestos contra a MP, segundo a União Paranaense de Estudantes Secundaristas (UPES) nove universidades e dois Núcleos de Educação também estão ocupados. O movimento Ocupa Paraná anunciou que pretende ocupar mais escolas para pressionar o governador do estado, Beto Richa, a realizar uma conferência em que os estudantes poderão apresentar uma contraproposta à MP do Ensino Médio . Além da mobilização dos estudantes, os professores do estado decidiram entrar em greve. Os docentes criticam a reforma no ensino médio e a proposta de emenda à Constituição 241/2016, que restringe os gastos da União, além de pedirem melhores condições de trabalho.

Além dos alunos do Paraná a Medida provisória do Novo Ensino Médio sofreu resistência na primeira audiência pública na Comissão de Educação na Câmara dos Deputados. Entidades da sociedade civil presentes pediram a rejeição da MP, tanto pela falta de discussão quanto pelo conteúdo. Os profissionais de São Paulo também criticaram a medida. A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) divulgaram no último dia 30 um manifesto contra a MP do Ensino Médio durante evento na capital paulista, que reuniu profissionais e entidades nacionais e estaduais, além de órgãos do magistério por webconferência.

O manifesto repudia a iniciativa do governo federal de promover, por meio da Medida Provisória 746/2016, uma reforma no Ensino Médio sem que houvesse debate ou consulta à sociedade. A MP reestrutura e flexibiliza o ensino médio no país e foi anunciada pelo governo federal no dia 22.
Urgência

A secretária-executiva do MEC, Maria Helena Guimarães, defendeu a urgência de uma reforma como justificativa para a edição de uma MP e ressaltou que a questão é discutida há anos. "A ideia de MP foi no sentido de coroar o processo de debate intenso que há muito se arrasta no Brasil". Ela destacou também a importância de aprimorar a MP com o debate no Congresso.

Maria Helena Guimarães disse que as disciplinas não foram excluídas e sim que a MP transferiu para a Base Nacional Comum Curricular - que está atualmente em discussão - o que deverá ser ensinado nas escolas. De acordo com o MEC, não há sinalização que os conteúdos deixarão de fazer parte do ensino médio ou que serão retirados da Base, que definirá também as diretrizes da formação dos professores. Mais cedo, em coletiva de imprensa, Maria Helena ressaltou que a MP só será colocada em prática a partir de 2018, que isso só ocorrerá após a aprovação da Base.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...